quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Melhores práticas em Comercialização de Tecnologia dos NITs

Práticas de difusão das tecnologias disponíveis para comercialização
  • Divulgação na mídia de tecnologias disponíveis
  • Construção e manutenção de uma base de dados de informações sobre as tecnologias disponíveis para comercialização
    Tecnologias patenteadas
    Competências Tecnológicas;
  • Palestras em eventos do segmento das tecnologias disponíveis

Práticas de atração de potenciais interessados nas tecnologias disponíveis

  • Coleta de informações junto ao próprio criador da tecnologia
  • Experiências internacionais :
    NIH, LES, AUTM e MIT;
  • Programa de Diligência para a Inovação
    UFV, UFLA, Unicamp, PIT (Unicamp, USP, Unesp e IPT) do Instituto Inovação

Práticas de valoração das tecnologias para comercialização

  • Elaboração de EVTE (Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica) das tecnologias
  • Programa de Diligência para a Inovação
    UFV, UFLA, Unicamp, PIT (Unicamp, USP, Unesp e IPT) do Instituto Inovação

Práticas de viabilização de transferência de tecnologias comercializadas

  • Programa PITE Fapesp

Melhores práticas em Gestão da Propriedade Intelectual dos NITs

Práticas de difusão da cultura da proteção à propriedade intelectual (PI)

  • Palestras de sensibilização
    Palestras do INPI;
  • Cursos sobre PI
    Cursos introdutórios do INPI;
    Cursos de busca em base de patentes do INPI;
  • Cartilha de difusão dos benefícios da proteção à propriedade intelectual

Práticas de captura de resultados científicos e tecnológicos com potencial de proteção à propriedade intelectual (PI)

  • Experiências internacionais
    NIH, LES, AUTM e MIT;
  • Programa de Diligência para a Inovação (“technology assessment”)
    UFV, UFLA, Unicamp, PIT (Unicamp, USP, Unesp e IPT) do Instituto Inovação;

Práticas de elaboração de pedidos de patentes para submissão ao INPI

  • Terceirização das atividades de elaboração com escritórios de patentes, mantendo a gestão da qualidade
    Unicamp;