sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Motivação para se gerar empresas Inovadoras “spin-offs”

Os resultados tecnológicos das pesquisas e desenvolvimentos (P&D) realizados na empresa, certamente geram riquezas para ela e contribuem para o desenvolvimento econômico e social no meio em que ela se encontra.

Esta geração de riqueza se dá, normalmente, quase que exclusivamente através da incorporação de uma parte destes resultados de P&D a produtos (bens e serviços) inovadores que a empresa leva para o mercado.

No entanto, como preconiza o Modelo de Inovação Aberta, outra parte destes resultados pode ser aproveitada através de outros mecanismos para se levar estes resultados de P&D para o mercado, e devem ser utilizados.

Naturalmente que, antes de sua incorporação a produtos e levados ao mercado, deve-se analisar o potencial destes resultados de P&D se transformarem em patentes nacionais e internacionais, agregando significativo valor a estes. A partir daí, os resultados podem ser ou não incorporados a produtos (bens e serviços). Aqueles resultados não incorporados a bens e serviços podem então ser transferidos para o mercado, na forma de licenciamento, em especial, mas não tão somente, aqueles patenteados.

De qualquer maneira, patenteados ou não, os resultados podem ter aplicações comerciais e muitos deles podem gerar inovações tecnológicas em outras empresas, trazendo receita em “royalties” para a empresa “mãe” e fortalecendo o desenvolvimento regional e o Sistema Nacional de Inovação.
Este processo pode se fertilizar ainda mais através do estímulo ao empreendedorismo e a implantação de programas de pré-incubação e de incubação de empresas, facilitando a criação de negócios tecnológicos e empresas de base tecnológica, a partir de universidades, instituições de pesquisa e até empresas “mães” (empresas “spin-off’s”).

Na verdade, um ambiente forte em pesquisa e desenvolvimento tecnológico, que aproveite todo o potencial dos resultados destas pesquisas para geração de inovações tecnológicas, não pode prescindir das empresas de base tecnológica que absorvam estes resultados para serem levados ao mercado, em especial, de empresas “start-ups” (nascentes), normalmente “spin-offs” (nascidas) de universidades, instituições de pesquisa e empresas “mães”.

Facilitar o “start-up” destas empresas é importante para popular e fortalecer o Sistema Local e Regional de Inovação e desenvolver economicamente o ambiente onde se inserem as empresas “mães”.

Nenhum comentário: